Portugal 1719 4.000 Reis D. João V (Baía)

NUM-2MA-POR016/17

Usado

4.000 Réis/4.800 Réis. Ouro 916,6.

Baía.
D. João V "O Magnânimo".

Alberto Gomes 102.19
Estado de conservação: SOBERBA

Mais detalhes

Sob Consulta

Aviso: Últimos itens disponíveis!

2 000,00 €

Ficha informativa

Ano 1790
Valor facial 4000 Reis
Metal Ouro .9166

Mais informação

João V, apelidado de "o Magnânimo", foi Rei de Portugal e Algarves de 1706 até à sua morte em 1750. Filho do rei Pedro II e da sua segunda esposa Maria Sofia condessa palatina de Neuburgo, casou com Maria Ana de Áustria, filha do imperador Leopoldo I da Áustria, e irmã do imperador Carlos VI, de quem teve seis filhos, entre os quais a rainha de Espanha D. Bárbara, esposa de Fernando VI de Espanha, o sucessor D. José, e D. Pedro III, marido de D. Maria I.

D. João V gastou uma boa parte da riqueza do país em edificações, dentro elas: O Palácio Nacional de Mafra, a Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra, o Aqueduto das Águas Livres em Lisboa e a maior parte da colecção do Museu Nacional dos Coches.

SABIA QUE?

Em 1688 o preço do ouro e da prata subiu 20%. Como não houve tempo suficiente para recolher as moedas que estavam em circulação, foi criada, por D. Pedro II, a Lei de 4 de Agosto de 1688 que diz que o valor das moedas de prata e ouro também aumentou 20%. No entanto, durante os 150 anos seguintes a cunhagem permaneceu inalterada, com as moedas em circulação tendo um valor aproximadamente 20% acima do valor nominal.

Assim sendo, depois de 1688 a moeda de 4.000 réis passou a valer 4800 réis.